quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Demónio de Laplace

"Nós podemos tomar o estado presente do universo como o efeito do seu passado e a causa do seu futuro.
Um intelecto que, em dado momento, conhecesse todas as forças que dirigem a natureza e todas as posições de todos os itens dos quais a natureza é composta e se este intelecto também fosse vasto o suficiente para analisar essas informações, fundiria numa única fórmula os movimentos dos maiores corpos do universo e os do menor átomo; para tal intelecto nada seria incerto e o futuro, assim como o passado, estaria presente perante os seus olhos"

Pierre de Laplace, citação na introdução do Essai philosophique sur les probabilités

3 comentários:

V.Matias disse...

Acho que esse seria o intelecto mais infeliz do mundo.
Mas, whatever.

Passiflora Maré disse...

Creio que o que verdadeiramente nos faz pessoas é o enriquecimento que se procura em todo o saber!
No saber empírico, científico, emocional...

Anabela Magalhães disse...

Estou com a Vera. E com a Passi.
Bj